A simplicidade é um tesouro infinito

Se não podes ter o que queres, contenta-te com o que tens.

Anúncios
Publicado em Pessoais e transmissíveis | 2 Comentários

Onde andas JV?

Desde os tempos do secundário que seguia amiúde as crónicas do Fala Barato e posteriormente o Cavaco e O Moralista, que se tornaram leituras assíduas no 6º CZ (a maior parte delas na casa-de-banho certo, mas eram tempos bem passados ;)).
O José Vilhena era a salvação para os jovens que procuravam algo nos quiosques além das Tânias e das Ginas e cultivavam um humor… ordinário. No fundo não eram mais do que umas revistas com o fundo vermelho, umas senhoras voluptuosas na capa, uma crítica política acutilante (parece que noutros tempos lhe valeu uns problemas com a PIDE) e um escape para o quadradismo satírico/humorístico que se vivia naquele tempo.
O Portuga presenteou-me com um cartoon actual:

Venham mais destes que eu gosto 😀

Publicado em Nuvidades | Publicar um comentário

Et voilà…

LOLÃO

Claro está que eu, enfiado deste lado do equador, só apanho destas coisas três ou quatro meses depois do pessoal.
Eu também sou destes, emigra entenda-se :P, mas vejo os filmes legendados e sei o que quer dizer “Back to you, fuckers” 😀 FABULOSO!
Agradecimentos ao Tuga que, mais uma vez, me pôs a rir que nem um perdido.

Publicado em Pessoais e transmissíveis | 2 Comentários

Acabou o CAN… pelo menos para Angola

Pois é, Angola foi eliminada nos quartos-de-final da prova máxima do futebol africano por 0-1 frente à selecção do Gana. Mas já cá volto.

A última etapa da série de grupos trouxe poucas novidades, exceptuando o apuramento da Zâmbia e a eliminação das selecções do Mali e Tunísia. Assim, ficaram apuradas as seguintes selecções e escaladas nos jogos:
– Angola x Gana;
– Costa do Marfim x Argélia;
– Egipto x Camarões;
– Zâmbia x Nigéria

Os dois primeiros jogos realizaram-se ontem, dia 24, e deixaram-me triste.
Se a eliminação de Angola foi desmoralizante, o jogo entre Costa do Marfim e Argélia foi revoltante.
Angola apresentou-se com uma equipa bastante nervosa e com elementos chave lesionados ou em baixa condição física, como foi o caso de Flávio, Djalma, Zuela ou Stélvio. Manucho Gonçalves falhou em ocasiões chave e toda a equipa acusou a responsabilidade de levar às costas toda a nação organizadora do CAN e inverter o resultado desfavorável após um golo sofrido cedo, aos 16 minutos. Por outro lado, a selecção do Gana conseguiu conter o pendor ofensivo angolano e ainda teve hipótese de aumentar a conta nos minutos finais. Fiquei triste com a falta de resposta da selecção ao golo e ao apoio de toda uma nação.
No outro jogo realizado assistiu-se a um grande espectáculo de futebol, pautado por erros de arbitragem grosseiros. Logo no início assisti a uma entrada por trás sobre o Drogba dentro da grande área que nem deu direito a canto, nem a amarelo ao jogador (que não o mereceria), nem nada. Ficou-se numa situação em que ninguém percebeu o que é que a equipa de arbitragem viu. Nos últimos minutos do prolongamento um golo anulado à Costa do Marfim, que daria o empate e respectivas marcas de grande penalidades, quando havia dois jogadores argelinos a colocar o avançado em jogo. A equipa argelina, com um futebol calculista e um esquema táctico bem montado, demonstrou que o sangue frio magrebino dá cartas no futebol africano. A Costa do Marfim jogou melhor? A Costa do Marfim merecia passar? A Costa do Marfim tinha mais beleza para dar às fases seguintes do CAN? Para mim sim, mas não chegou…
Venham mais jogos destes, mas que para a próxima tenham um resultado positivo para as equipas mais abertas e que jogam um futebol mais bonito s.f.f.

Publicado em Nuvidades | Publicar um comentário

Continua o CAN

Angola apurou-se em primeiro lugar do grupo num empate a zero bolas com a Argélia e defrontará o Gana. A Argélia ficou em segundo lugar e jogará com a Costa do Marfim, a primeira equipa a apurar-se para os quartos-de-final da competição. De fora ficam Malawi, Burkina Faso e Mali. Esta última apresentou uma queixa formal à CAF devido ao resultado do jogo Angola-Argélia que dizem ter sido combinado.
Confesso que fiquei bastante desiludido com o nível do jogo (principalmente a 2ª parte), mas tenho a certeza que quem foi ver o jogo ao estádio terá ficado muito mais desiludido por ver quase 45 minutos de “passa a outro e às vezes ao mesmo, outro passe, perde a bola… a equipa contrário faz o mesmo jogo: passe, não passa do meio-campo, perde a bola…”.
O Egipto também já se apurou e a Nigéria, com 3 pontos após a vitória sobre o Benin, deve garantir hoje a passagem aos quartos frente a Moçambique.O Gabão lidera o Grupo D e os Camarões devem carimbar amanhã a sua passagem à etapa seguinte. Mas isso já não interessa a ninguém 😛

Publicado em Pessoais e transmissíveis | Publicar um comentário

Chovendo

Às 4 da matina começou a cair uma chuvada em Luanda. A cidade amanheceu… bom, não amanheceu. Estradas quase sem carros, pessoal sem ir trabalhar e a cidade quase parada.
Eu amanheci assim:

Tranquilo!

Publicado em Pessoais e transmissíveis | Publicar um comentário

Afinal…!?

Este artigo foi publicado no Jornal de Angola do passado Sábado, dia 09 do corrente.

Muito se diz da qualidade do jornalismo realizado em todo o mundo. Cada vez mais se encontra “lixo” mesmo em jornais ditos de qualidade e nos desiludimos com as reportagens que alguns regurgitam para gáudio dos abutres ávidos por desgraças.
Em Luanda só circula um jornal diário, o Jornal de Angola, e a qualidade dos artigos de certos “iluminados da comunicação” deixa muitas vezes transparecer a cor política, bem como a qualidade das avaliações que estes ditos intelectuais conseguem traduzir, que roça o nulo.
Este é um artigo sobre um filme, mas poderia ser sobre a catástrofe no Haiti ou o jogo da Costa do Marfim contra o Gana. Para quem viu o filme eu gostaria de deixar um desafio: tentem encontrar as semelhanças. É que é tanta baboseira que eu fiquei mesmo a pensar que vi outro filme. Já para não falar no título da foto…
Haja paciência!

Publicado em Pessoais e transmissíveis | 2 Comentários