A crise

A crise
Andava com esta imagem guardada há muito tempo e, infelizmente, acabei por a colocar.
As coisas por cá estão agora a tomar algumas proporções mais reais e a crise começa a afectar sectores que, até então, se revelavam de pedra e cal (literalmente).
As mega empresas de construção civil mandam empregados para a procedência, atrasam pagamentos, recorrem a empréstimos, enfim, desenrascam-se como podem para sobreviverem no território (ou manterem os lucro costumeiros, isso é que ainda não sei).
Mas já ouvi falar de umas dezenas largas de brasileiros, de um só grupo empresarial, que foram encaminhados para o seu país de origem e alguns vieram com família e tudo. Não deve ser fácil… Melhores dias virão.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Nuvidades, Pessoais e transmissíveis. ligação permanente.

13 respostas a A crise

  1. Miguel A. diz:

    O que achei estranho foi hoje, aí pelas 17.30, a descer o eixo viário, não ver praticamente navios nenhuns ao largo.

    Essa sim, assustou-me…

  2. engricky diz:

    Ainda não vi essa. Estarão a mandá-los para outros portos ou a colocá-los à espera noutro local?

  3. Miguel A. diz:

    42 foram despachados para o Lobito, segundo ouvi. Outros foram mandados passear para mais longe, para não se verem.

    Mas isto tá a ficar estranho, muita desorientação junta, mais a questão dos chineses que falas mais acima, mais esta história das divisas, ou falta delas, cheira a final do império…

  4. engricky diz:

    Não me digas que é desta que os chineses tomam conta disto? 🙂

    Agora a sério, está mesmo muito mal. Ontem ouvia um indivíduo queixar-se que queria pagar salários e andava a saltar de agência em agência (BFA) porque não o deixavam levantar mais de 2.000 dólares de cada vez.
    Quanto a enviar navios para o Lobito, já deviam ter pensado nisso há mais tempo e feito grandes obras no porto de lá. Acho que mais vale pagar um pouco mais por um transporte do que viver com os prazos que se praticam no porto de Luanda.

  5. Miguel A. diz:

    bom, esta semana que agora termina, por 2 vezes, para transferir 1200 usd para a minha mulher, pediram-me o passaporte ‘original’ dela (juro) para confirmarem que era minha mulher.

    Pergunta: mas o passaporte não diz que a pessoa em causa é casada comigo, ou com quem quer que seja, sabia?

    – Sério? traga só, pode ser que assim passe…

  6. engricky diz:

    lol
    Pelo sim pelo não, desenmerde-se na mesma 🙂
    Olha aqui umas dicas do camarada Afonso onde refere a “possível” Baía de Luanda vazia.

  7. Miguel A. diz:

    É um excelente blog, costumo lê-lo com regularidade.

    E sim, a mim anda-me a acontecer o mesmo ha 2 meses no BFA.

    Na 2ª feira, a rapariga perguntou-me qto queria levantar e eu, já a medo, pedi…2.500; ok, é para já.

    Burro, devia ter pedido so 5000 que precisava…caramelo

  8. Miguel A. diz:

    Por agora a baia ainda está ‘cheia’, ainda que virtualmente. Os naviso andam aí, e vêem devagarinho.

    No entanto daqui a 3 meses, quando os exportadores fecharem a torneira, sei não…

  9. engricky diz:

    Eu estou a ver a coisa mal parada. Há malta com material no porto que está a levar ultimatos a sério, mas soluções que é bom… népia.
    Vais ver que ainda vão buscar o Savimbi 😀

  10. Miguel A. diz:

    Material no porto a levar ultimatos? para levantar os contentores? não apanhei…

  11. engricky diz:

    Máquinas pesadas.

  12. Miguel A. diz:

    Como tens o meu e-mail, qdo vieres à capital apita

  13. A saúde financeira de alguns bancos ficou muito debilitada com a obrigatoriedade de aumentar as reservas legais no banco central. Em vez dos costumeiros 8% de solvabilidade, são agora 30% dos depósitos que ficam de parte. Mesmo que as restrições fossem levantadas agora, os bancos continuariam sem liquidez suficiente para executar as operações.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s