À saída do cinema

Desiludido com o filme mediocre que foi O dia em que a Terra parou tentei sair o mais depressa possível da sala de cinema para não ter que aturar a costumeira fila para pagar o ticket de estacionamento.
A saída das salas de cinema do Belas Shopping é comum às 8 salas e dispõe-se numa parábola. Como estava na sala n.º 8, a última, a saída mais próxima era à direita. Acabado de sair constato que os primeiros espectadores voltavam da tal saída à direita dizendo que estava fechada. Olhei bem para os indivíduos, um casal angolano que tinha estado sentado 2 filas à minha frente com os habituais comentários básicos, e olhei para a porta de saída, uma porta de emergência com as barras horizontais de abertura. Será que eles sabem abrir estas portas?, pensei. Pois é, não sabiam. Enquanto alguém ligado à Higiene e Segurança no Trabalho, veio-me logo à cabeça uma cena de incêndio e aquela malta toda às voltas pelo corredor porque alguém não sabia abrir uma porta de emergência. Abri a porta e fiquei a segurá-la enquanto a dama se dirigia para ela. Atrás da dama vinham mais duas senhoras e, como um bom cavalheiro, fiquei a segurar na porta. Ora, logo a seguir às senhoras vinha um macambúzio que, qual não é o meu espanto, quando me vê a segurar na porta mete as mãos nos bolsos. Bom, só me apeteceu espetar-lhe com a porta nas trombas. Mas não, larguei e ele só levou com ela no ombro. Não sem antes afirmar “Acha que sou seu porteiro!?”.

Ao ir em direção ao carro estava um indivíduo, com um casaquinho à Johnny Cash, e 3 seguranças na zona de estacionamento das motas. O pintas interpela-me:
– Senhor, desculpe só. Boa noite família.
– Boa noite.
– Não sei se me pode ajudar, tou com uma dúvida.
– Se eu souber…
– Diga-me só… O V8 e o tubarão, qual é mais caro?
– Penso que é o tubarão, mas não tenho a certeza.
O indivíduo olha para um dos seguranças de lado, faz aquele ar de suslaio tipo “Não percebes nada desta merda”, manda-o passear com um gesto rápido de braço e afirma:
– Tubarão é carro di bossi!
Passou-me logo a má disposição causada pelo macambúzio. 😀
P.S. V8 é o novo Toyota Land Cruiser Prado Vx e o tubarão é o Range Rover SuperCharged.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Pessoais e transmissíveis, Uncategorized. ligação permanente.

4 respostas a À saída do cinema

  1. Raquel diz:

    Ricky… Saudades!
    Sabes que na sexta-feira (09/01/2009) nevou pelas nossas terrinhas?!? E MUITO!
    Neve que fazia lembrar os nevões pela Bila!
    Lindo!!!

  2. kianda diz:

    2009 começou cheio de filmes !!! Vai ser um ano cultural, mto bem !!! 😉
    “BOa noite familia!” Genial 🙂

  3. engricky diz:

    Nem me digas nada, pequena… O meu pai ligou-me só para me dizer que estava a nevar 😦 Só para fazer inveja. E aquelas tainadas na cabana do Alvão a nevar lá fora? Muitas saudades mesmo.
    É Kianda, o ano começou com muitos filmes. Cinema, quero eu dizer 🙂 Tento estar sempre a par. Mas cultura, cultura mesmo, é com a senhora que nos presenteia sempre com um belo relato no seu blog 😉 Continuarei a acompanhar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s