O 3º elemento

Havia uma anedota que era algo deste estilo:
Estava um indivíduo sentado numa esplanada a tomar um café quando repara numa situação caricata. Estavam dois trabalhadores da Câmara a trabalhar, o primeiro abria um buraco na terra e vinha o segundo e tapava-o. Durante uns dez minutos os trabalhadores fizeram isto umas cinco vezes. Acabado o cafézito, o observador não se contem e vai ter com os tipos: Boa tarde. Os senhores podem explicar-me o que é que estão a fazer? Já andaram nos copos, foi? Resposta: Nããããoo. Nós estamos a plantar árvores. O 1º elemento abre um buraco na terra, o 2º planta a árvore e o 3º tapa o buraco restante. Pois é, hoje o 2º faltou. (um bocado seca, né? 😛 )
Por cá costumava faltar o 3º elemento, abriam-se rombos do tamanho de crateras lunares, fazia-se a obra e depois ninguém fechava até alguém se enfiar num desses buracos com o carro (e isto é verídico, há fotos que o comprovam) ou alguém morrer. Na minha rua tinham aberto três rasgos, penso eu que para passar cabos, que ficaram mais de um mês “ao sabor do vento”. Já os taparam. Mal, mas taparam. Ultimamente acho que o 3º elemento tem vindo trabalhar. Ainda não se deve ter acostumado ao serviço, porque ficam sempre umas “cicatrizes” BEM SALIENTES, mas a coisa fica muito melhor.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Pessoais e transmissíveis. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s